• 25 de janeiro de 2022
  • Nova Roma do Sul

Policial militar do RN é punido após mandar nudes fardado a uma mulher

Um sargento da Polícia Militar do Rio Grande do Norte foi punido disciplinarmente pela corporação por mandar imagens íntimas a uma mulher. A decisão foi publicada em boletim geral da corporação, no dia 27 de dezembro.

O caso foi denunciado pela própria mulher, que informou à Polícia Militar que o sargento havia encaminhado a ela, via WhatsApp, imagens de suas partes íntimas. As fotos teriam sido produzidas dentro do batalhão, com o policial estando fardado, e foram encaminhadas entre os anos de 2018 e 2019. Além disso, ele teria feito ameaças a um subordinado através de mensagens de texto.

Na defesa, o sargento da Polícia Militar disse que não houve assédio e que ambos consentiam com o conteúdo das conversas, “visto que quando um não quer, os aplicativos têm a opção de bloquear o interlocutor indesejado”. O argumento, contudo, não foi aceito pela corporação.

O policial foi punido por ter cometido uma transgressão considerada “média”, que e contraria “a disciplina castrense e as normas regulamentares”. Ele foi punido por “concorrer para a discórdia ou desarmonia ou cultivar inimizade entre camaradas”, “procurar desacreditar seu igual ou subordinado”, ofender, provocar ou desafiar sue igual ou subordinado” e “ofender a moral por atos, gestos ou palavras”.

Facebook Comentarios

Artigos relacionados