• 2 de dezembro de 2021
  • Nova Roma do Sul

Nova Pádua registra um crescimento considerável nos primeiros dias de novembro de casos de Covid-19

O número de infectados na primeira quinzena deste mês é mais que o dobro do registrado no mês passado, quando foram diagnosticados sete pacientes com o coronavirus, e igual a soma dos últimos três meses juntos, que teve 15 paduenses contaminados pela doença. Além disso, chama atenção os casos de crianças que testaram positivo, representando 20% do total de 15 pessoas diagnosticadas com a doença na primeira metade de novembro. Os casos foram registrados pela Secretaria da Saúde do município no dia, 9 (criança de 5 anos), dia 11, (criança de 10 anos) e a mais recente, dia 16, uma criança de apernas um ano. Os pacientes adultos tem idade entre 31 e 72 anos do sexo feminino, e de 38 a 65 anos os homens.

Segundo o médico Paulo Pagliosa, diretor de saúde pública da Secretaria da Saúde de Nova Pádua, o aumento de casos de contaminação constatado nas primeiras semanas de novembro é considerado preocupante. De acordo ele, um dos fatos que pode estar contribuindo com o surgimento de novos casos está relacionado ao aumento maciço das testagens aplicadas na população. No entanto, Pagliosa reconhece que a população depois de vacinada passa a desacreditar da doença.

Conforme o último boletim epidemiológico divulgado pela pasta nesta quarta-feira (17), até o momento 2.211 paduenses receberam a primeira dose, o que representa 86% dos moradores do “Pequeno Paraiso Italiano”, estimado em 2.563 habitantes, enquanto 2.005 pessoas foram vacinadas com a segunda dose (78%). Além disso, 359 idosos receberam a dose de reforço. Para o médico Paulo Pagliosa, a população precisa se conscientizar que mesmo após a vacinação é preciso manter os cuidados para evitar novas contaminações, especialmente com a proximidades das festas natalinas e de final de ano, quando aumenta as confraternizações e encontros.

Casos no 2º semestre

Julho: 7 casos

Agosto: 7 casos

Setembro: 1 caso

Outubro: 7 casos

Novembro: De 1º ao dia 17: 15 casos

Facebook Comentarios

Artigos relacionados