• 4 de dezembro de 2021
  • Nova Roma do Sul

Mãe e padrasto são presos por torturar criança em Imbé

Um casal foi preso em flagrante, na tarde da sexta-feira (19), por maltratar uma menina de um ano e sete meses, no bairro Albatroz, em Imbé. O crime contra a bebê foi descoberto a partir de uma denúncia encaminhada ao Conselho Tutelar do município. Os conselheiros foram até a casa junto com a Guarda Municipal e confirmaram que a bebê sofria agressões.

Quando chegaram, eles encontraram a mãe da menina, uma mulher de 25 anos, com a criança no colo, usando apenas fraldas. De acordo com o coordenador do Conselho Tutelar de Imbé, João Batista Matias, o bebê estava com o olho roxo e tinha hematomas em várias partes do corpo. As lesões seriam recentes e também mais antigas.

Segundo o Conselho Tutelar, a mulher informou que as agressões teriam sido cometidas pelo seu companheiro, padrasto da menina. O homem de 20 anos não estava em casa e foi encontrado e preso pelos guardas municipais na beira da praia, na região central da cidade.

Segundo a Guarda Municipal de Imbé, “foi constatado que a mãe sabia das agressões e que o padrasto vinha agredindo a criança há algum tempo”. Além disso, a mulher disse aos agentes e conselheiros tutelares que não faria registro contra o companheiro e que poderiam levar a menina.

O casal e a criança foram levados para a Policlínica 24 horas de Imbé e, depois, até a Delegacia de Polícia Pronto Atendimento de Tramandaí, onde foram autuados em flagrante por tortura. Também há suspeita de que o bebê possa ter sido abusado sexualmente. O Conselho Tutelar levou a criança para realizar exames no Departamento Médico Legal, em Porto Alegre.

O conselheiro João Batista Matias explicou que, após a realização dos exames, a menina deve ficar sob guarda de um familiar na cidade de Igrejinha, no Vale do Paranhana. Segundo ele, a mãe já teria perdido a guarda de outros dois filhos. “Graças a Deus a gente recebeu uma denúncia e conseguimos evitar uma fatalidade”, disse.

*Com informações do Litoral na Rede

Facebook Comentarios

Artigos relacionados