Na tarde desta terça-feira (17), uma guarnição da 2°Cia de Polícia Militar Ambiental averiguou uma denuncia de maus tratos a cães de caça, em uma propriedade rural na localidade de Caravaggio da 6º Légua, no interior do município de Caxias do Sul.

No endereço foram contatados dois homens, de 51 e 33 anos e verificada, pela veterinária da SEMMA, a situação de maus tratos em sete cães. Ainda com eles foram localizadas armas de caça, peles de animais mortos da espécie Quati, aves silvestres e outros animais mortos e acondicionadas em freezers (aproximadamente 140Kg), armadilhas para captura de animais silvestres, arapucas armadas com pássaros recém-capturados e munições.

Ao todo foram apreendidos nesta ação: duas espingardas calibre 32 marca Rossi; uma espingarda calibre 12 marca Rossi; uma espingarda calibre 20 marca CBC;  uma carabina de pressão marca CBC;  44 cartuchos calibre 32 intactos; dez cartuchos calibre 32 deflagrados; pólvora, espoleta, chumbo, diversos materiais e equipamentos para recarga de munição; 47 carcaças de Quati; duas carcaças de Tatu; três carcaças de Lebre; duas carcaças de Cutia; cerca de 300 carcaças de aves silvestres; quatro peles de Quati com a cabeça e três armadilhas tipo arapuca.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão aos indivíduos proprietários dos animais. Eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento onde foi lavrado o flagrante delito.