• 19 de outubro de 2021
  • Nova Roma do Sul

Delegado paranaense é encontrado morto na sede da PF em Caxias do Sul

A Polícia Federal identificou o delegado encontrado morto na sede da Polícia Federal (PF) durante a tarde desta segunda-feira (09), em Caxias do Sul, trata-se de Gastão Schefer Neto, de 48 anos.

O corpo estava em uma sala da sede da Polícia Federal na Avenida Júlio de Castilhos, 150 – 2º andar, no bairro, Nossa Sra. de Lourdes. Natural do Paraná, Schefer estava trabalhando em Caxias do Sul desde o final junho.

Colegas de trabalho teriam ouvido um estampido e ao entrar na sala do policial o encontraram o caído. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte do policial que era delegado da Polícia Federal do Paraná, e estaria em Caxias para a realização de uma operação.

Em 2018, Schefer incitou uma confusão contra apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Curitiba, de acordo com a Polícia Militar (PM) paranaense.

O delegado teria empurrado e derrubado equipamentos de som de um acampamento, quando Lula estava preso na Superintendência da PF. Na época, tanto o agente quanto os apoiadores do ex-presidente chegaram a registrar boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Gastão Schefer Neto concorreu ao cargo de deputado federal pelo Paraná duas vezes. Em 2018, pelo PSL, recebeu 4.670 votos. Já em 2014, pelo PR (hoje PL), o delegado conquistou 23.239 votos. Em ambas as ocasiões, não foi eleito.

Nota do Sindicato dos Policiais Federais do RS

“O SINPEF/RS comunica, com profundo pesar, o falecimento do DPF GASTÃO SCHEFER NETO, lotado na SR/PF/PR, durante missão na Delegacia de Caxias do Sul/RS. Ele foi empossado em 2002 na PF como Escrivão, com lotação em Caxias. Nossas condolências à família e aos amigos neste momento de dor.”

Facebook Comentarios

Artigos relacionados