• 28 de outubro de 2021
  • Nova Roma do Sul

Anvisa autoriza Pfizer a realizar estudo sobre 3º dose da vacina contra Covid-19

No último mês de junho, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a farmacêutica estadunidense Pfizer a iniciar estudos clínicos sobre a eficácia da terceira dose da vacina contra Covid-19. A decisão se dá em virtude da busca por imunização mais eficaz contra as novas variantes do Coronavírus, especialmente a Delta.

De acordo com dados divulgados pela Pfizer, um estudo preliminar nos EUA concluiu que uma nova dose, aplicada após seis meses, pode estimular a criação de até dez vezes mais anticorpos contra o vírus. Com estas informações, a farmacêutica solicitou autorização da Anvisa, que posicionou-se positivamente, mesmo que no Brasil a variante predominante seja a Gama.

O plano da empresa norte-americana é iniciar os testes assim que a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) aprovar o estudo. Poderão voluntariar-se, maiores de 16 anos que já tenham feito as duas doses iniciais. Ao total, serão feitos testes com 885 pessoas em duas unidades de saúde em Salvador e São Paulo – locais onde a vacina foi testada originalmente – .

Ao mesmo tempo, o Butantan estuda a possibilidade de um reforço vacina Coronavac. De acordo com o diretor do instituto, Dimas Covas, a ideia não deve ser vista como uma terceira dose, mas sim como uma nova aplicação anual.

Facebook Comentarios

Artigos relacionados